‘Heróis’ de 15 de março e 12 de abril

Vestidos de verde e amarelo, de prefer​ê​ncia com o uniforme da CBF com a marca da Nike​,​ um grupo de “heróis” e “heroínas”​ tomou conta das ruas do Brasil nos dias 15 de março e 12 de abril deste ano.

Muitos ​deles, para economizar dinheiro​,​ usavam uniformes não oficiais da seleção brasileira. Compra​r​am a roupa pirateada, ou seja, ​faziam uso da corrupção para ir protestar contra a corrupção.

Alguém poderia dizer que isto é contradição. Não​. É hipocrisia, oportunismo político​.

Muitos destes “heróis” que estimularam os atos ou foram para as ruas não passariam​ incólumes​ por uma investigação policial​.

É longa a lista dos que poderiam estar condenados​. A​lguns exemplos: reeleição de Fernando Henrique Cardoso, que​,​ para aprov​á​-la deputados foram comprados; ​o ​trensalão do metr​ô​ de São Paulo que incrimina​ parte do governo de José Serra e Geraldo Alckmin, ambos do PSDB; ​o ​mensalão do PSDB mineiro que compromete Aécio Neves e Eduardo Azeredo​, etc.

Há também “heróis” e “paladinos da honestidade” no DEM, tais como o senador Agripino Maia, Demóstenes Torres e José Roberto Arruda. Todos investigados e alguns ​já ​com condenação.

C​itei os maiores “heróis”, mas há também os menores, como aqui no Paraná o senhor Luiz Abi Antoun, primo do governador Beto Richa (PSDB). Ele foi um dos heróis que foi para a rua protestar contra a corrupção​. D​ias depois​,​ estava preso por corrupção.

Outros “heróis” e ​“​heroínas” também foram desmascarados, como o senhor Danilo Amaral, que num restaurante de São Paulo puxou uma vaia ao ex-ministro Alexandre Padilha. E a vaia foi porque Padilha criou o programa “Mais Médicos” que presta atendimento médico a 63 milhões de pessoas. Pessoas, diga-se, que não tinha​m​ acesso a médico​s​.

Danilo Amaral foi um dos vice-presidentes da BRA, companhia aérea que faliu por incompetência e por suspeitas de falcatruas.

Por falar em Mais Médicos, na semana passada​,​ foi preso por fraudar o SUS, em Montes Claros (MG), o ​médico Vagner Vinicius. Este também é um dos “heróis”. Além de fraudar o SUS​,​ foi contra o Mais Médicos.

Nas últimas eleições o candidato a presidente da República Aécio Neves (PSDB), apoiado pelo DEM, PPS e Solidariedade, juntos com a maior parte dos meios de comunicação privados​, ​botaram o ovo da serpente do nazi-fascismo.

Esse ovo se rompeu e permitiu que homens e mulheres exponham sem nenhum constrangimento sua ideologia nazi​-​fascista. Expõem o ódio, a ignorância e a imbecilidade em público sem nenhum constrangimento e sem nenhuma preocupação em ​virem a ser​ processado​s​, afinal a pol​í​cia e a justiça t​ê​m se ausentado de investigar e condenar.

Semana passada​,​ muito​s​ de nós vimos na internet mais um “herói”​, ​um tal de Daniel Barbosa. Fantasiado de policial​,​ faz um violento e odioso discurso fascista contra um cidadão haitiano.

Em seu discurso​,​ além de mostrar uma profunda ignorância expõe xenofobia e ódio aos ​i​migrantes, principalmente haitiano​s,​ por serem negros.

Felizmente a polícia gaúcha abriu investigações contra o tal de Daniel Barbosa e rapidamente encontrou a ficha corrida: tem “antecedentes por roubo a estabelecimentos comerciais e sequestro”.

A mídia​, os “heróis” e “heroínas” não falam nada ou falam pouco da corrupção apurada na Operação Zelotes e das contas secretas no HSBC (o chamado Swissleaks).

Não falam porque ​tais escândalos ​pega​m​ a turma deles.

Na Zelotes ​aparecem empresários como Jorge Gerdau, mantenedor do Instituto Millenium​, a RBS, de Eduardo Sirotsky​,​ afiliada da Rede Globo​,​ e Armínio Fraga​, entre outros.​ No Swissleaks est​á​ José Roberto Guzzo, diretor da Abril (Veja).

Seria o momento para os “heróis” e “heroínas” irem para a rua protestar contra a corrupção do HSBC e dar apoio ​à Operação Zelotes. De lambuja também protestar contra a corrupção da Fifa e da CBF, mas, por favor, sem a marca da​ Nike​​, afinal​, ela​ também é investigada.

Mais sobre o Brasil nas ruas

Mais textos de Dr. Rosinha

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!