Desculpa aí, seu Jair, mas não tá dando pra engolir!

- Eu juro, miga, eu juro! Eu tentei acreditar no cara, dar um voto de confiança pro cara, mas o cara não ajuda, miga. Não a-ju-da! O cara não dá uma dentro! Em todas as áreas onde ele prometeu na campanha que ia fazer e acontecer até agora não fez nem aconteceu!

- Fazer até fez. Fez um monte de m..., cala-te boca!, fez... tudo errado. E aconteceu, sim. Aconteceu. Aconteceu tudo ao contrário...

- Pois é. Disse que ia combater a violência e lutar pela segurança. Aí foi lá e assinou aquele decreto horrível que vai botar revólver na mão de todo mundo. Eu não sei nem segurar um negócio daqueles, tenho horror de arma, hor-ror!

- E o Moro? Nem seu Souza. Em vez de Moro ele devia se chamar era “moroso”. Porque até agora...

O Trumpete não foi. E a Tereza May-lá-May-cá também não

- Menina, e esse vexame lá na Suíça? Fiquei bege! Como é que o cara consegue em seis minutos decepcionar um planeta inteirinho?

- Pior é que dessa vez nem pode alegar que não deram bola pra ele porque os importantes roubaram a cena. Não tinha ninguém importante lá em Davôs pra roubar cena de ninguém! O Trumpete, por exemplo, não foi. A Thereza May-lá-May-cá também não foi. O Xi Piing não chiou nem pingou. O Putin tava putin com alguma coisa e também não apareceu. Não foi ninguém. O cara tava sozinho e mesmo assim me faz o favor de falar só seis minutos – vamos convir, né, miga: em seis minutos não dá nem pra ir no toalete retocar o blush! Pois o cara fala só seis minutos... e pra quê? Pra dizer nadica de nadinha! Minha santa da Cherupita! Até hoje o cara não tem um plano pra economia.

- E com o mundo inteiro ouvindo! Ora, faça-me o favor, né, miga! Faça-me o favor! Até eu, que não escondo que sou dondoca, tenho meus planos lá pra casa. Eu por exemplo este ano vou trocar aquele tapete hor-ro-ro-so que o Alfredo trouxe do Irã...

- Irã é a antiga Pérsia, miga, fala baixo: a terra dos tapetes mais lindos do mundo, os tapetes persas!

Tapete persa? Eu prefiro Romero Brito!

- Pode até ser chique, persa, esse troço aí. Mas eu prefiro um que eu vi na 25 de março com uns desenhos ma-ra-vi-lho-sos do Romero Brito, uma gracinha! Pois é, néam... E a corrupção, que o cara disse que ia combater?

- Só se for pras negas dele!

- Não fala assim que é racismo, cala essa boca, criatura! Mas pode falar pros filhos dele que tá certo!

- Isso: só se for pros filhos dele, pra Michele. Além de politicamente correto é mais exato porque esses filhos dele, pela mãe da santa... Afff!

- E o cara agora tá que nem o Lula: é um tal de “não sei de nada”, de “não tem nada a ver comigo”, de que isso “não prejudica o governo”, de que “estão tentando usar o garoto pra me atingir...”

- É o sujo – aliás, sujo não: é o imundo falando do mal lavado!

- Ele até disse que se provarem alguma coisa vai jogar o garoto no mar, pra aliviar o peso da canoa. Mas eu não acredito.

Tá cada vez mais down o high society

- Nem eu. E o Moro lá, só morando, só morando... Morando no bem-bom... Será que ele dura?

- Não faço ideia. Agora uma coisa é certa: se ele sair esse governo acaba antes de começar.

- É, porque velho esse governo já está. Mais velho do que a careca do Queiroz!

- Eu até tinha combinado de ir com o Alfredo lá em Brasília visitar umas colegas dos tempos do Sião, circular pelos salões da corte, saber umas fofocas novas, quem tá dando pra quem, quem tá pegando quem, essas coisas que re-al-men-te interessam, né? Mas o hight society de lá anda tão down, como diz a Rita Lee, mas tão down que eu desisti. Vou tomando meu Moet Chandon por aqui mesmo. O quê? Mechas? Pode, pode fazer. Umas luzes com mechas, pra variar um pouco! Mas cuidado pra não me deixar com cara de bruxa como da outra vez!

- Aaaaaai, diabo! Sai daqui, praga dos infernos, quer me esfolar? Eu disse que era pra tirar a cutícula. A cu-tícula! Não foi o fígado não! Tá parecendo o Coiso! Pois não tem gorjeta!

É muita incompetência!

- Miga de Deus, chega dá um calor nas partes! Desse jeito, com tanta incompetência e ladroeira, onde é que a gente vai parar? Sai dum governo corrupto pra cair noutro. E depois acaba num salão de beleza cheio de incompetentes! Não conseguem arrumar um cabelo, fazer uma unha... Uff! Acaba logo isso aí que eu quero ir embora!

- Tu também, açougueira, anda logo que hoje é dia de ver as novidades na Louis Vitton! Quer saber? Eu vou é fazer como a Odete Roitman!

- Como assim?

- Vou me mudar pra Copenhagen, me livrar dessa gentalha e comer chocolate no original! E tchau, capitão! E tchau, general!

Outros artigos do mesmo colunista

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!