A falácia de Maia

O colunista Jorge Maranhão comenta que o que está sendo atacado são condutas individuais de pessoas, como as do presidente do Câmara, Rodrigo Maia, e não as instituições do país

Disse o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que “investidor de longo prazo não investe em país que ataca suas instituições!” Mera falácia barroquista. Pois não se está a atacar as instituições, mas as condutas individuais, de manobras e expedientes malfazejos de parte minoritária e controladora dessas mesmas instituições. Veja mais no vídeo.

>A falta de juízo do Supremo

>Barroso e o seu contorcionismo jurídico sobre o aborto

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!