O som do Prêmio Congresso em Foco

DJ Barata promete animar os convidados na próxima segunda-feira ao misturar o melhor da música brasileira e internacional


Júlio Dutra

Fábio Góis

 

Se depender de Rodrigo Otávio Tavares (foto), 30 anos, mais conhecido no circuito musical de Brasília como DJ Barata, a música será a plataforma de comunicação entre a sociedade e os políticos na festa do Prêmio Congresso em Foco 2008, no próximo dia 1º, na sede do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Brasília. Ao lado das sete mulheres do Samba de Rainha, ele comandará o som da premiação que brindará os deputados e senadores mais bem avaliados pelo internauta em 2008.

O grande lance é mostrar esse lado da política para a comunidade”, disse Barata, referindo-se aos principais propósitos do prêmio, que é justamente ressaltar a importância da reflexão sobre a atuação dos parlamentares e estimular as boas práticas no Parlamento. “A música vai simbolizar esse trabalho de investigação, isso de correr atrás do que está errado no Congresso.”

 

Baterista há 16 anos e DJ (“condutor de disco”, numa tradução literal para disc jockey) há seis, Barata participará pela primeira vez de uma festa que reunirá, entre outros convidados, os principais parlamentares do país.

 

“Isso é muito bacana, diferente. É legal poder participar disso [o prêmio], uma coisa que favorece a honestidade, a representatividade positiva. Se é uma onda contra a corrupção, contra o que está errado na política é muito bom fazer parte dessa galera”, declarou Barata. “Não vamos deixar isso passar em branco.”

 

Para os que pretendem prestigiar a solenidade e dançar ao embalo do DJ e do Samba de Rainha (saiba mais sobre o grupo), Barata avisa: “Vou levar muita música brasileira, instrumental e um pouco de música ‘do mundo’, a chamada global beats. Vai ter muito samba, samba-jazz e samba-rock”.  A seleção musical incluirá desde faixas brasileiras “das antigas” até as mais contemporâneas, como “a galera do mangue”.

 

Segundo ele, de suas picapes sairão sons trabalhados, com cadência moderada e sonoridade suave. Para quem já conhece o som de Barata – um dos “sócios” do Projeto Criolina –, mesmo com a proposta de música mais tranqüila, será difícil não se entregar ao ritmo. Aliás, o Samba de Rainha promete “sambão” regado à alegria. A conferir.       

 

Antes da festa, serão homenageados os 42 finalistas (16 senadores e 26 deputados federais) do prêmio, escolhidos por 204 jornalistas que cobrem o Congresso Nacional (leia mais).

 

A ordem de classificação dos premiados foi definida pelo internauta, entre os dias 22 de setembro e 20 de novembro. Nesse período, foram computados 1.225.911 votos. Ou seja, cinco vezes mais que os 241.750 votos registrados na edição do ano passado. 

 

Neste ano, também serão premiados os congressistas que, na opinião de jornalistas e leitores, desempenharam melhor papel no combate à corrupção. Os resultados foram publicados no dia 21 de novembro (confira o resultado

Continuar lendo