Presidente do Peru determina o fechamento das fronteiras

O presidente do Peru, Martín Vizcarra, anunciou o fechamento das fronteiras por 15 dias, a partir das 23h59 desta segunda-feira (16). O transporte terrestre, marítimo, fluvial e aéreo também serão restringidos entre as províncias. A medida visa conter o avanço do coronavírus. Atualmente, o Peru soma 71 casos confirmados da doença.

>Presença em ato agrava crise entre Bolsonaro e Congresso e STF

"Durante o Estado de Emergência se determina o fechamento das fronteiras, em virtude do qual fica suspenso o transporte internacional de passageiros por meio terrestre, aéreo, marítimo e fluvial. O transporte de carga e mercadoria não faz parte da suspensão", afirmou Vizcarra por meio de uma Mensagem à Nação.

O presidente peruano ressaltou que o isolamento social é obrigatório para evitar a propagação do vírus, mas que não impede o aumento do número de infectados. "Temos que tomar a decisão para que neste período de 15 dias o número de casos comece a diminuir. Se não tomarmos essas medidas, o aumento seria constante e permanente", pontuou.

A medida está disposta no marco declaratório de Estado de Emergência Nacional, ordenada pelo Executivo do Peru.

Com informações do jornal El Comercio.

>Médico, Caiado é vaiado ao enfrentar manifestantes bolsonaristas

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!