“Meu amigo se foi”: a homenagem de Romário a Maradona. Veja outras reações

O senador Romário (Podemos-RJ) lamentou pelas redes sociais a morte de Diego Armando Maradona, aos 60 anos, por uma parada cardiorrespiratória nesta terça-feira (25). "Ele foi o melhor", disse o ex-jogador.

A imprensa argentina confirmou a morte de Maradona. O craque estava se recuperando em Tigre, região metropolitana de Buenos Aires, de uma cirurgia na cabeça realizada no começo do mês.

"Sua passagem pelo mundo levou muita felicidade ao seu país e encantou a todos nós. Nunca vou esquecer das risadas que demos juntos. Certamente, ele nunca foi um adversário. Me chamava de Chapolin e me tratava como irmão", disse Romário. "Um menino, que se foi cedo demais. Meu abraço aos argentinos, à família. Que tristeza, vai com Deus, hermano", completou o senador.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), também lamentou a morte de Maradona:

O ex-presidente Lula disse que "no campo, foi um dos maiores adversários, talvez o maior, que a seleção brasileira já enfrentou. Fora da rivalidade esportiva, foi um grande amigo do Brasil. Só posso agradecer toda sua solidariedade com as causas populares e com o povo brasileiro. Maradona jamais será esquecido".

> Embaixada da China diz que Eduardo Bolsonaro pode perturbar parceria com Brasil 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!