Luis Arce, do partido de Evo Morales, vence eleições na Bolívia

O ex-ministro Luis Arce venceu em primeiro turno as eleições presidenciais na Bolívia, realizadas nesse domingo. A contagem de votos prossegue, mas6 em pesquisas de boca de urna o candidato do partido Movimento para o Socialismo (MAS), liderado pelo ex-presidente Evo Morales, aparece com cerca de 52% dos votos, contra 31,5% do ex-presidente Carlos Mesa. Nas regras bolivianas, uma eleição se decide no primeiro turno quando, simultaneamente, um candidato alcança 40% dos votos e 10% de vantagem sobre o segundo colocado.

A atual presidente interina do país, Jeanine Añez, já reconheceu o resultado e parabenizou o novo governante. Ela pediu que Arce governe "pensando na Bolívia e na democracia". Segundo a imprensa local, as eleições foram marcadas por efetiva tranquilidade e filas em locais de votação.

Arce, de 57 anos, foi ministro das finanças do país por 12 anos – 11 deles de modo consecutivo. O economista integra o partido de Evo Morales, que foi presidente da Bolívia de 2006 a 2019, quando um golpe de Estado o retirou do poder, colocando Jeanine Añez no poder de maneira interina até que as eleições de ontem ocorressem. Evo se exilou na Argentina e no México.


> Candidatos de Fortaleza lideram gastos com propaganda no Facebook
> Fux marca para quarta-feira julgamento sobre afastamento de Chico Rodrigues

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!