Forças do mal estão celebrando vitória de Fernández na Argentina, afirma Araújo

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araujo, afirmou no Twitter nesta segunda-feira (28) que a as "forças do mal estão celebrando" a vitória da chapa de esquerda, encabeçada por Alberto Fernández, na eleição presidencial da Argentina. Ele também disse que a chapa vencedora deve apoiar ditaduras.

> Fernández fala em ‘nova ordem para os argentinos’ após ganhar eleição

"As forças do mal estão celebrando. As forças da democracia estão lamentando pela Argentina, pelo Mercosul e por toda a América do Sul. Mas o Brasil continuará inteiramente do lado da liberdade e da integração aberta", disse na rede social.

Fernández foi eleito neste domingo (27) ainda em primeiro turno, contra o atual presidente, Mauricio Macri. Ele tem como vice a ex-presidente Cristina Kirchner, que comandou o país na época dos governos petistas de Lula e Dilma.

Segundo Araújo, os sinais indicam que o governo do argentino deve seguir a linha do kirchenrismo clássico, com "fechamento comercial, modelo econômico retrógrado e apoio às ditaduras". "A esquerda é totalmente ideológica no apoio aos regimes tirânicos da região. Mas, quando se relaciona com as democracias (das quais depende), a esquerda pede 'pragmatismo'", disse.

O chanceler disse ainda que o governo brasileiro será "pragmático" na defesa dos princípios e interesses do país na região, que são um "Mercosul sem barreiras internas e aberto ao mundo" e "uma América do Sul sem ditaduras".

Relação tensa

Araújo não é o primeiro representante do governo brasileiro a criticar o recém-eleito presidente argentino. Hoje pela manhã, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou que não iria parabenizar Fernández pela vitória e criticou o apoio do argentino à soltura do ex-presidente Lula. Ele disse também que o país "escolheu mal" o sucessor de Macri.

Em julho deste ano, o argentino visitou o ex-presidente Lula na prisão em Curitiba (PR), onde defendeu a inocência do petista. Já em agosto, quando a chapa encabeçada por Fernandéz ganhou as eleições primárias, Lula os parabenizou pelo resultado, no Twitter.

> Vídeo: em busca da reeleição, Maurício Macri vota em Buenos Aires

> Contagem manual: com voto em papel, argentinos terão primeiros resultados a partir das 21h30

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!