EUA anunciam aumento de tarifa sobre o alumínio do Brasil por causa de dumping

O secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, disse nesta sexta-feira (9) que o país vai aumentar a tarifa sobre chapa de alumínio vinda do Brasil e de outros 17 países.

O secretário afirmou em entrevista à Fox News que esses 18 países praticaram dumping, que é a venda de produtos com preços menores do que o de custo para que sejam eliminados os concorrentes.

"Este é o maior e mais abrangente caso que nosso departamento trouxe em mais de 20 anos", disse Ross sobre o tamanho da ação de fiscalização do comércio.

A tarifa praticada em produtos brasileiros vai aumentar de 48,33% para 135,63%. De acordo com o Departamento de Comércio dos EUA, o país importou US$ 97 milhões em chapas de alumínio brasileiro em 2019, do total de US$ 1,96 bilhão importados dos 18 países afetados pela medida desta sexta.

Os países terão que apresentar a defesa para o governo americano, que posteriormente decidirá pelo aumento ou não.

Além do Brasil, também foram afetados Bahrein, Croácia, Egito, Alemanha, Grécia, Índia, Indonésia, Itália, Omã, Romênia, Sérvia, Eslovênia, África do Sul, Coreia do Sul, Espanha, Taiwan e Turquia. No final de 2019, o governo americano também aumentou tarifas sobre o aço brasileiro e argentino.

>“Faca no pescoço”, Senado reage a taxa de Trump sobre aço brasileiro

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!