Indonésia aprova Coronavac com eficácia de 63,5%

A Indonésia autorizou o uso emergencial da Coronavac nesta segunda-feira (11). O país indicou que a eficiência da vacina no país é de 63,5%, menor do que o registrado pela Coronavac no Brasil (78%) e Turquia (91,25%).

A vacina contra a covid-19 no país é desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac, e deve começar ser aplicada já na quarta-feira (13), mas ainda em pequeno número. Segundo a mídia local, o país tem 3 milhões de doses prontas para uso, insuficiente para vacinar 1% de sua população, que hoje supera os 267 milhões de habitantes e é a quarta nação mais populosa do planeta.

O primeiro a receber o imunizante no país será o presidente, Jokowi "Joko" Widodo. Apesar de ter uma população maior que a do Brasil, a Indonésia administrou melhor a pandemia da covid-19: segundo dados compilados pela Universidade de Oxford, o país asiático registrou 820 mil casos da doença, pouco mais de 10% dos 8,11 milhões de casos registrados no Brasil. O governo de Jacarta contabiliza 24.129 mortes até o momento, enquanto o Brasil passou da marca de 200 mil mortos pela covid-19 na sexta-feira.


> Fiocruz pede autorização à Anvisa para uso emergencial da vacina de Oxford
> Apresentador do SBT que criticou medidas restritivas em BH morre de covid-19

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!