Filho de Bolsonaro compartilha simulação de tortura postada por apoiador do #elenão

O vereador de São Paulo Carlos Bolsonaro (PSL), filho do candidato do PSL à presidência da República, provoca polêmica nas redes sociais ao ironizar uma postagem feita no Instagram – e que depois ganhou as demais plataformas virtuais – que mostra um homem ensanguentado e com a cabeça dentro de um saco plástico, como se tivesse sido torturado. No peito, a hashtag #elenão, que tem se multiplicado na internet para denotar a rejeição a Bolsonaro. Trata-se de uma publicação em que o internauta que se identifica como "Ronaldo Creative" aproveita para reforçar a campanha contra o presidenciável – em seu perfil, Ronaldo fixa a frase "A arte como forma de protesto".

Ato contínuo à postagem, feita no início da tarde, Carlos Bolsonaro produziu um meme – imagem ou vídeo geralmente acompanhados com palavras e frases irônicas – com a mesma foto (veja mais abaixo), adicionada da seguinte frase. "Sobre pais que choram no chuveiro!" Foi o que bastou para a guerra de versões inundar a grande rede.

Diante da reação indignada de opositores de Jair Bolsonaro, seu filho Carlos logo tratou de tentar explicar o significado da frase veiculada no meme. "'Pai que chora no chuveiro’ é uma expressão relativa à vergonha que um pai deve sentir ao ver um filho postar uma merda de imagem dessas e achar que é arte ou, [o] que é pior, relacionar com a imagem do candidato", escreveu no Twitter, depois de se dizer vítima de versões inventadas.

Magno Malta posta foto falsa que liga esfaqueador de Bolsonaro a Lula e PT

"Novamente inventam como se eu tivesse divulgado uma foto dizendo que quem escreve a hashtag #elenao mereceria alguma maldade. Não, canalhas! Foi apenas a replicação da foto de alguém que considera isso uma arte. Me agradeçam por divulgar e não mintam como sempre!", reclamou o vereador, que desistiu de disputar uma vaga na Câmara nas eleições deste ano, por motivos pessoais.

Até Bolsonaro – que é favorável ao militarismo, defende a tortura (vídeo abaixo) e já homenageou, no plenário da Câmara, o torturador Carlos Alberto Brilhante Ustra – se posicionou sobre as postagens. Obviamente apoiando o filho, ele veiculou uma publicação com duas fotos, já excluída de suas redes, com sua imagem se recuperando no hospital ao lado da imagem do home torturado. Como faz seu filho, ele alega que o material foi veiculado com o objetivo de prejudicá-lo.

"O maior problema do Brasil não são os pouquíssimos afetados que foram ensinados a justificar seu fracasso culpando os outros. Torço para que sejam felizes um dia. O grande problema é quem os manipula com desonestidade e desinformação", escreve Carlos Bolsonaro nos comentários da própria postagem compartilhada do perfil – fechado – de Ronaldo Creative no Instagram.

 

BolsonaroImpactante, imagem causou alvoroço nas redes - Foto:Reprodução / Instagram

 

O nome de Carlos Bolsonaro chegou ao topo dos "trending topics" (assuntos mais comentados) do Twitter no Brasil durante a tarde desta quarta-feira (26), e continua entre os mais citados. Tanto no Twitter quando no Facebook e no Instragram, dezenas de milhares de pessoas se manifestam sobre a polêmica imagem do homem ensanguentado, de forma a transformar o registro em mais um episódio de disputa entre eleitores contra e a favor de Bolsonaro.

Nos últimos dias, artistas e demais personalidade do Brasil e do exterior reforçaram o coro contra Bolsonaro por meio de hashtags como #elenão e #elenunca, com vídeos e demais conteúdos compartilhados nas redes por atrizes como Camila Pitanga e Letícia Sabatella e grupos como o norte-americano Black Eyed Peas. Para o próximo sábado (29), uma grande manifestação a ser realizada em diversos pontos do Brasil e do exterior deve reunir multidões de mulheres,  compartilhados, mas também homens contra a candidatura de Bolsonaro.

 

Veja a defesa que Bolsonaro faz da tortura:

 

 

Bolsonaro é o presidenciável mais citado por robôs no Twitter, mostra nova ferramenta do Congresso em Foco

Hashtag #elenão impulsiona mais de 1,6 milhão de menções a Bolsonaro no Twitter

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!