Reino Unido proíbe importação de commodities provenientes de áreas desmatadas

O Reino Unido decidiu proibir grandes empresas nacionais de importarem commodities de regiões afetadas pelo desmatamento com produção em desacordo com as leis locais de proteção ambiental. As empresas britânicas terão de fazer pesquisa prévia nesses países para verificar se a produção dos insumos prejudica a flora local. As mudanças serão incorporadas à Lei do Meio Ambiente, conforme comunicado divulgado pelo governo do Reino Unido nessa terça-feira (10).

>Após ameaça de sanções de Biden, Bolsonaro diz que Brasil tem que ter pólvora

"Mudar para formas mais sustentáveis ​​de agricultura não só protegeria os pulmões do planeta, mas poderia adicionar mais US$ 2,3 trilhões em crescimento produtivo à economia global e criar mais 200 milhões de empregos até 2050", alega o governo britânico. Entre os setores afetados pelas medidas estão, por exemplo, o de carnes, o de madeiras, o de soja e o de papel.

Veja a íntegra da decisão do governo britânico:

>Maia: “Entre pólvora, maricas e risco de hiperinflação, temos 160 mil mortos”

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!