Saída de Salles não deve mudar política ambiental, avaliam analistas

A saída de Ricardo Salles do Ministério do Meio Ambiente, em meio a investigação no Supremo Tribunal Federal, não deverá mudar a política socioambiental do governo, cujas diretrizes são ditadas pelo presidente Jair Bolsonaro. Por isso, a ascensão de Joaquim Leite ao comando é vista com ceticismo pelo advogado socioambientalista André Lima, coordenador do Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS). As possíveis consequências da troca de ministro foram tema da live que promovemos no início da noite desta quarta-feira (23), com a participação de André e dos diretores do Congresso em Foco Análise, Rudolfo Lago, e de mobilização deste site, Amanda Audi. Assista à discussão:

Ricardo Salles pede demissão do Ministério do Meio Ambiente

 

JUNTE-SE A NÓS

 

Continuar lendo