Governo anuncia “tecnologia israelense” para resgate de vítimas

O governo federal anunciou neste sábado (26) que trará "tecnologia israelense" para ajudar na localização e resgate de vítimas na tragédia de Brumadinho. Até as 15h, o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais já confirmava 10 mortos e 299 desaparecidos após o rompimento da barragem Córrego do Feijão, na região metropolitana de Belo Horizonte, na última sexta (25).

Pelo Twitter, Bolsonaro anunciou, sem entrar em detalhes, ter combinado a vinda da tecnologia com o Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, por telefone. Segundo Bolsonaro, o líder israelense "nos ofereceu ajuda para a busca de desaparecidos no desastre".

Segundo os bombeiros de Minas, a tecnologia consiste de equipamentos que ajudam a localizar corpos imersos na lama, de difícil acesso. "São máquinas que ajudam a recuperar os corpos que estão soterrados. Porque é muito difícil você localizar um corpo que está a cinco, dez metros de profundidade", afirmou a jornalistas o governador de Minas, Romeu Zema (Novo).

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!