Brasil divulgará países compradores de madeira ilegal, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro disse que o Brasil deve divulgar, nos próximos dias, uma lista de países que compram madeira extraída de maneira ilegal da Amazônia. A afirmação foi feita em reunião dos Brics, grupo de países que inclui Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, realizada nesta terça-feira (17).

"Alguns desses países são os mais severos críticos ao meu governo, no tocante a essa região amazônica", disse Bolsonaro, durante seu discurso de abertura. O presidente disse que a divulgação interessa a muitos, e que isso "diminuirá e muito" o desmatamento na região.

O governo brasileiro está sob pressão desde o início do governo Bolsonaro para reverter uma política de extração predatória em seus biomas. Na última semana, o Reino Unido anunciou a proibição da importação de commodities de áreas desmatadas, o que pode prejudicar a produção brasileira. As empresas britânicas terão de fazer pesquisa prévia nesses países para verificar se a produção dos insumos prejudica a flora local.


> Proposta foi abolida, diz Bolsonaro sobre expropriação de propriedades
> Biden pode apontar o Brasil como o primeiro “bandido do clima”

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!