Amazônia, Pampas e Pantanal encerrarão 2020 com aumento de incêndios

Três biomas brasileiros registraram, até o final de novembro, mais focos de incêndio que durante todo o ano de 2019. Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a floresta amazônica, os pampas e o Pantanal registraram aumento no número de focos registrados.

O bioma Amazônia registrou, em novembro, um total de 6.321 focos de incêndio – um número quase 45% menor que os 11.297 registrados no mesmo mês do ano passado. No ano como um todo, o resultado ainda é catastrófico: o volume desmatado em 2020 é 11,78% maior que o registrado em 2019.

Mesmo com uma operação do Exército Brasileiro – a Operação Verde Brasil 2, sob comando do vice-presidente Hamilton Mourão – o bioma teve 99.677 focos de incêndio até ontem (30), segundo o INPE. É o maior valor desde 2017, e foi impulsionado pelos meses de agosto a outubro – nesses meses ocorreram 79% de todos os incêndios de 2020.

O presidente Jair Bolsonaro mantém uma postura negacionista do problema, ora culpando nativos e indígenas por promoverem incêndios, ora culpando a ação de ONGs nacionais e internacionais pelo aumento de incêndios, ora argumentando que não há incêndios como um todo na região. Após viajar à Amazônia a convite do governo brasileiro em novembro, o embaixador alemão Heiko Thoms disse que a percepção do país quanto à questão não mudou.

> Em carta a Mourão, parlamentares europeus criticam ameaça a ONGs na Amazônia

O problema com o mais extenso bioma brasileiro também se repete em outros locais do país: no Pantanal mato-grossense, o volume de incêndios em 2020 já é 218,3% maior que o registrado em 2019. Durante o pico da crise no pantanal, em setembro, foram registrado em 30 dias o mesmo que em todos os meses de setembro de 2016 a 2019.

Outro bioma que viu aumento no número de incêndios em 2020 é o Pampa, que cobre o Rio Grande do Sul e se estende para a Argentina. O total registrado até ontem é 16% maior que o registrado em todo o ano passado. Apesar de ser numericamente pequeno – são 1.647 focos, ou 1,65 % dos focos da Amazônia – o bioma registrou seis meses com aumento de incêndios em relação aos registrados 2019, indicou o Inpe.


> Ex-secretário de Obama, John Kerry deve ser o “czar do clima” de Biden
> Ricardo Salles se livra de queixa-crime do Greenpeace no STF

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!