Maia convoca sessão que pode afastar deputado Wilson Santiago

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou para quarta-feira (5) uma sessão para os deputados decidirem se aceitam ou não o afastamento do mandato do deputado Wilson Santiago (PTB-PB)

A informação foi confirmada pelo líder do PTB, Pedro Fernandes (MA), ao Congresso em Foco. Santiago é denunciado por corrupção por desvios na Paraíba.

A decisão de afastar o deputado foi tomada em janeiro pelo Supremo Tribunal Federal e precisa ser confirmada pelos congressistas. Para tirar Santiago definitivamente do mandato ainda são necessários mais trâmites internos da Câmara.

O último condenado pelos seus pares a perder o mandato foi Paulo Maluf (PP-SP), em agosto de 2018.

> PGR denuncia deputado Wilson Santiago por corrupção passiva e organização criminosa

Outros casos notórios de cassação do mandato na Câmara foram os de ex-ministro da Casa Civl José Dirceu (PT-SP) e do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ).

A Procuradoria Geral da República (PGR) denunciou no dia 23 de dezembro Wilson Santiago e mais seis pessoas pelos crimes de corrupção passiva e organização criminosa. O grupo é acusado de desviar recursos destinados à construção de uma adutora Capivara no sertão da Paraíba.

Na denúncia, a PGR afirma que a ação do grupo começou em julho de 2017, com um acordo firmado entre o deputado, o prefeito de Uiraúna (PB), João Bosco Fernandes, e o sócio da empresa Coenco, George Barbosa. Na ocasião, eles teriam acertado um esquema de pagamentos de vantagens indevidas relacionados à obra da adutora Capivara.

> Dirceu é cassado por diferença de 37 votos

> Por 450 votos a 10, Câmara cassa mandato de Cunha; deputado fica inelegível por oito anos

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!