Voto impresso: relator propõe que contagem seja exclusivamente manual

O relator da PEC 125/2019, deputado Filipe Barros (PSL-PR), apresentou nesta quarta-feira (4) um complemento a sua proposta de substitutivo ao texto da autora da medida, deputada Bia Kicis (PSL-DF). Na nova versão, o parlamentar prevê, além da implementação do voto impresso, que a contagem seja exclusivamente manual.

“As alterações ora propostas se amparam, assim como no relatório originário, em premissas eminentemente técnicas, afastando qualquer alegação de que a motivação da presente Proposta de Emenda à Constituição detém conotação meramente política”, diz.

O conteúdo deste texto foi publicado antes no Congresso em Foco Insider, serviço exclusivo de informações sobre política e economia do Congresso em Foco. Para assinar, entre em contato com comercial@congressoemfoco.com.br.

O relator também reduz os poderes da justiça eleitoral ao estabelecer que “investigações sobre o processo de votação devem ser conduzidas de maneira independente da autoridade eleitoral pela polícia federal, sendo a justiça federal de primeira instância do local da investigação o foro competente para processamento e julgamento”.

Na justificativa do texto, o deputado bolsonarista ignora dados científicos e alega que “o atual modelo baseia-se exclusivamente na fé do eleitor de que é seguro”. A reunião da comissão especial que analisa o texto está marcada para começar às 14h.

>>Empresários e intelectuais divulgam manifestos contra falas de Bolsonaro

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo