TSE transfere para o Tesouro recursos do Fundão recusados pelo Novo

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) comunicou oficialmente a transferência para o Tesouro Nacional dos recursos renunciados pelo Novo do Fundo Eleitoral de 2020. O partido já havia abdicado dos recursos em 2018.

Confira aqui a íntegra do documento do TSE.

"Nesta eleição, teríamos direito a R$36 milhões em dinheiro público do Fundo Eleitoral para gastar com campanhas políticas. Porém, o Novo acredita que as campanhas devem ser financiadas, voluntariamente, por aqueles que acreditam nos partidos e nos candidatos que desejam apoiar. O dinheiro dos impostos dos brasileiros deve ir para serviços essenciais, como educação, segurança e saúde", diz a sigla.

O partido diz ainda que espera que outras legendas se inspirem e "façam sua parte, defendendo o fim do dinheiro público para partidos e campanhas. O recursos públicos devem ser utilizados para serviços essenciais ao cidadão, como educação, saúde e segurança”.

O total de recursos do fundo eleitoral a ser utilizado nas eleições municipais deste ano soma R$ 2 bilhões. Essa quantia foi aprovada pelo Congresso em 2019 e sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro em janeiro deste ano. Para combate à pandemia, foram destinados, até o momento, R$ 500 bilhões, o que representa mais de 7% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

> Com mais de 2 milhões de votos, termina votação do público no Prêmio Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!