Tabata defende namorado que trabalhou em sua campanha

A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) se manifestou nas sociais nesta quarta-feira (24) sobre a contratação de seu namorado, o cientista social colombiano Daniel Alejandro Martínez, para trabalhar sua campanha eleitoral em 2018. No final de semana, reportagem da revista Veja revelou que Martínez prestou serviço de análise de inteligência estratégica e foi responsável pela central de atendimento da campanha de Tabata, recebendo o valor de R$ 23.050 por 50 dias.

No Twitter, Tabata declarou que o namorado “desenhou um banco de dados com critérios para escolha dos bairros e locais que seriam prioritários na campanha de rua, além de ser responsável pela equipe que cuidava da mobilização de voluntários”.

Tabata Amaral está suspensa pelo seu partido, o PDT, desde a semana passada, por ter contrariado a posição da legenda e votado a favor da reforma da Previdência no primeiro turno de avaliação da proposta na Câmara. Ela também enfrenta processo disciplinar na Comissão de Ética do partido.

A deputada é uma das parlamentares que teve sua formação e projeção na vida pública financiada por empresários por meio do movimento RenovaBR. Ela é única originária deste tipo de movimento que se filiou a um partido de centro-esquerda. Uma das medidas que o PDT avalia é não aceitar mais a filiação de pessoas vinculadas a este de iniciativa de empresários.

Os advogados da deputada também divulgaram nota oficial sobre a prestação de contas da campanha. Veja a íntegra abaixo.

NOTA PÚBLICA

A Deputada Tabata Amaral, nas Eleições de 2018, cumpriu rigorosamente todas as exigências da Legislação Eleitoral.

A Prestação de Contas foi analisada criteriosamente por órgão técnico qualificado e julgada pelo Tribunal Regional Eleitoral, que aprovou as receitas e despesas contraídas durante o processo eleitoral.

São, portanto, inadequadas quaisquer ilações sobre práticas de atos ilegais envolvendo a campanha da Deputada Tabata Amaral.

Tony Chalita e Flavio Henrique Costa Pereira

Braga Nascimento e Zilio Advogados

>PDT suspende Tabata e mais sete deputados

>Aliados de Tabata dizem que PDT prioriza Ciro em vez da sigla

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!