Senadores da CPI saem em apoio a Barroso contra ataques de Bolsonaro

Em resposta aos ataques do presidente Jair Bolsonaro aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, integrantes da CPI da Covid assinaram em conjunto e divulgaram uma nota em apoio aos membros do judiciário.

"É inegável que o Presidente da República, como método, tenta deslegitimar as instituições e ataca sistematicamente o Judiciário, expediente autoritário de lembranças funestas. A própria CPI tem sido alvo recorrente de tentativas de intimidações por parte do Executivo. Em tempos sombrios, quando as piores pessoas perdem o medo, cabe às melhores não perderem a coragem em defender a democracia", diz um trecho da nota.

O documento é assinado pelos senadores  Omar Aziz (PSD-AM), Randolfe Rodrigues (Rede-AP),  Renan Calheiros (MDB-AL), Otto Alencar (PSD-BA),  Humberto Costa (PT-PE), Tasso Jereissati (PSDB-CE), Alessandro Vieira (Cidadania-SE), Rogério Carvalho (PT-SE), Simone Tebet(MDB-MS)e Eliziane Gama (Cidadania-MA).

A mensagem vem em um momento em que as instituições públicas e membros das classes política, intelectual e econômica se posicionam contra a tentativa de Jair Bolsonaro de subverter a ordem democrática brasileira. Apesar dos esforços do presidente em defender o voto impresso, o parecer em favor da proposta foi derrubada em uma comissão Câmara dos Deputados.


> Fux cancela reunião com chefes de poderes por ataques de Bolsonaro
> Empresários e intelectuais divulgam manifestos contra falas de Bolsonaro

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo