Senado vota reajuste de policiais e prorrogação de contratos temporários

O Senado Federal realiza sessão semipresencial a partir das 16h desta terça-feira (22) para analisar duas medidas provisórias aprovadas ontem pela Câmara e as indicações de autoridades sabatinadas pela Comissão de Relações Exteriores (CRE) na segunda-feira (21).

Estão na pauta a MP 971/20, que aumenta a remuneração de policiais e bombeiros do DF e territórios extintos e a MP 974/20, que prorroga contratos temporários do Ministério da Saúde.

As principais informações deste texto foram enviadas antes para os assinantes dos serviços premium do Congresso em Foco. Cadastre-se e faça um test drive.

O reajuste salarial a policiais e bombeiros do DF tem até esta terça-feira (22) para ser votada pelo Senado. Do contrário, perderá a validade. No caso da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, o aumento previsto é de 25%, percentual aplicado sobre gratificação. Para a Polícia Civil, o aumento linear é de 8%. O texto é relatado pelo senador Izalci Lucas (PSDB-DF).

A segunda MP, relatada pelo senador Confúcio Moura (MDB-RO), caduca na próxima quinta (24). O texto autoriza o Ministério da Saúde a prorrogar contratos de trabalho de 3.592 profissionais temporários de saúde que atuam nos seis hospitais federais localizados no estado do Rio de Janeiro. A Câmara também incluiu a prorrogação de 12 contratos temporários no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) que atuam na análise de projetos e obras.

Depois da votação das MPs, terá início a votação das 32 mensagens de embaixadores aprovadas pela CRE em um esforço concentrado.

PGR sustenta que decisão sobre reeleição de Maia e Davi cabe ao Congresso

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!