Senado estende por seis meses regra interna que permite trabalho remoto

O senador Sérgio Petecão (PSD-AC), primeiro-secretário do Senado Federal, publicou nesta terça-feira (18) um ato que prorroga por seis meses as regras que permitem aos servidores da Casa trabalharem remotamente. A medida considera "a permanência da situação de calamidade pública em razão da pandemia de covid-19".

O ato prorrogado pelo primeiro-secretário foi editado no dia 17 de março e traz regras a respeito do uso do serviço de acesso remoto da rede local do Senado e prevê orientações e responsabilidades para os acessos remotos.

Na semana passada, o Senado registrou a primeira morte de um servidor em decorrência da covid-19. O cinegrafista Carlos Alberto Pereira da Silva, da TV Senado, morreu na quinta-feira (13). Eles estava internado desde o dia 25 de julho no Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), em Brasília.

 

> Especialistas apontam caminhos que podem permitir reeleição de Maia e Davi

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!