Senado cancela sessão após secretário-geral ser diagnosticado com covid-19

Em virtude do diagnóstico de covid-19 do Secretário-Geral da Mesa do Senado, Luiz Fernando Bandeira, a sessão deliberativa prevista para esta quinta-feira (21) foi cancelada.

O líder do governo no Congresso, Eduardo Gomes (MDB-TO), anunciou que a sala de comando das sessões remotas precisará ser desocupada para higienização. “Há uma recomendação para desocupação da sala de controle das votações, para um trabalho de higienização completa”, comunicou Gomes.

Congresso aprova crédito para driblar “regra de ouro”, que vai à sanção

O secretário-geral auxilia o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), na condução dos trabalhos legislativos. Apesar da participação dos senadores por videoconferência, Alcolumbre, assessores e técnicos do Senado têm desempenhado o trabalho presencialmente. Em março, Alcolumbre foi diagnosticado com covid-19 e ficou afastado dos trabalhos legislativos por cerca de três semanas. O senador não deverá fazer novo teste, segundo sua assessoria.

Estavam na pauta da sessão do Senado projetos de regulamentação da telemedicina veterinária, destinação de leitos privados ao SUS e de suspensão de dívidas rurais. Alcolumbre ainda não indicou se a reunião do colégio de líderes, prevista para ocorrer na sexta-feira (22), está mantida.

OAB suspende pedido de registro para advogar de ex-senadora Selma Arruda

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!