Senado aprova convite para que Guedes explique fala contra senadores

O Senado Federal aprovou nesta terça-feira (25) um requerimento de convite para que o ministro da Economia, Paulo Guedes, dê explicação aos senadores sobre as declarações contra os congressistas feitas na semana passada.

> Alvaro Dias: Guedes foi babaca, mas projetos não serão comprometidos

O requerimento é de autoria do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e foi aprovado por unanimidade.

O senador do DEM comentou sobre o convite ao sair do Senado nesta terça. "De fato o Senado está muito incomodado com as declarações do ministro Paulo Guedes. Na sua quase que totalidade do Senado Federal, houve muitas manifestações para que pudéssemos fazer essa convite para ouvirmos o ministro Paulo Guedes e termos a oportunidade de levantarmos o que o Senado tem feito pelo país, pelo governo e pelos brasileiros. O Senado não merece ser atacado como uma instituição que tem ajudado e colaborado com o Brasil".

E completou: "houve esse sentimento de revolta dos senadores. Acho que isso foi um episódio que já foi superado, mas ele tem que vir aqui ao Senado Federal trazer uma mensagem de respeito à essa Casa e acima de tudo de reconhecimento que a gente tem colaborado com o Brasil".

Após votação no Senado na quarta-feira (19), que rejeitou o veto na possibilidade de reajuste de servidores até 2021 , Guedes afirmou que o impacto potencial da medida era de até R$ 120 bilhões e classificou a decisão dos senadores de “desastre” e “crime contra o país”. Após articulação, a Câmara reverteu o resultado e manteve o veto.

Veja como cada deputado votou no veto ao reajuste de salário de servidores

 

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!