Presidente do Senado tranca redes sociais; equipe suspeita de ataque

O presidente do Senado e do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) trancou sua conta de Twitter. A medida, incomum, se deu após uma suspeita de ataque coordenado, notado pela presidência no início da tarde desta segunda-feira (29).

A assessoria do senador confirmou que a medida foi tomada como forma de se analisar um possível ataque coordenado, envolvendo ou não robôs, contra os perfis do senador.

Pacheco esteve no centro do movimento de congressistas que pressionaram pela demissão de Ernesto Araújo do Ministério das Relações Exteriores.

> “Já vai tarde”: Congresso reage à saída de Ernesto Araújo

Continuar lendo