Podemos vai disputar com MDB e PSDB relatoria do orçamento de 2021

Mesmo que ainda não tenha sido definida a aplicação do orçamento de 2020 e a briga por R$ 30 bilhões entre Planalto e Congresso continue, o líder do Podemos no Senado, Álvaro Dias (PR), confirmou ao Congresso em Foco que a sigla vai entrar na disputa para relatar o orçamento de 2021.

No entanto, ainda não foi definido quem o partido vai apoiar para o posto. “Estou fazendo algumas consultas. Ainda não definimos”, disse o senador. O Podemos tem 12 senadores e perde na casa legislativa apenas para o MDB, que tem 14.

>Congresso se reúne em meio a incertezas e nova suspensão da bolsa

As informações deste texto foram publicadas antes no Congresso em Foco Premium, serviço exclusivo de informações sobre política e economia do Congresso em Foco. Para assinar, entre em contato com comercial@congressoemfoco.com.br.

O emedebista Eduardo Braga (AM) e o tucano Roberto Rocha (MA) são os outros que disputam pela vaga. Apesar do PSDB não ter uma das maiores bancadas, com 7 representes, a sigla alega ter um acordo com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), firmado em 2019 para relatar o orçamento de 2021.

Já a presidência da comissão de orçamento, que define a pauta e o calendário das reuniões, está mais definida. O deputado Elmar Nascimento (DEM-BA) diz ter o apoio de 351 congressistas para o cargo.

> Paulo Guedes envia lista de prioridades para o Congresso

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!