PL e PT ficam com principais cargos da Câmara após presidência

Os blocos partidários que participam da eleição da Câmara foram registrados na tarde desta segunda-feira (1º). O grupo do candidato Arthur Lira (PP-AL) tem o direito de indicar o principal cargo da Mesa Diretora após a presidência. O PL escolheu a primeira vice-presidência, que estava prometida desde o final do ano passado ao deputado Marcelo Ramos (PL-AM).

A segunda escolha cabe ao bloco de Baleia Rossi (MDB-SP), onde o PT tem prioridade por ser o maior partido. A deputada Marília Arraes (PT-PE) vai assumir a primeira secretaria, responsável pela gestão administrativa e financeira da casa.

O PT está fora da Mesa Diretora da Câmara desde a gestão de Eduardo Cunha (MDB-RJ) no comando da Casa em 2015.

Veja como fica a distribuição dos cargos na Mesa:

  • primeira vice-presidência: Marcelo Ramos (PL-AM);
  • segunda vice-presidência: André de Paula  (PSD-PE);
  • primeira secretaria: Marília Arraes (PT-PE);
  • segunda secretaria: Rose Modesto (PSDB-MS);
  • terceira secretaria: Luciano Bivar (PSL-PE) concorre com Major Vitor Hugo (PSL-GO);
  • quarta secretaria: Joênia Wapichana (Rede-RR), Júlio Delgado (PSB-MG) e Rafael Motta (PSB-RN) concorrem.

O deputado Arthur Lira (PP-AL) tem em seu grupos os partidos PP, PSD, PL, PSL, Avante, Patriota, Podemos, Republicanos, PSC, PTB e Pros, que somam 236 deputados. Baleia Rossi atraiu os apoios de PT, MDB, PSB, PSDB, PDT, SD, PCdoB, Cidadania, PV e Rede, que representam 210 deputados.

O DEM é o único partido que não fechou posição e liberou a bancada na votação. O Psol concorre com Luiza Erundina e o Novo disputa com Marcel Van Hatten. Alexandre Frota (PSDB-SP), Fábio Ramalho (MDB-MG), André Janones (Avante-MG) e General Peternelli (PSL-SP) são candidatos avulsos, sem o apoio de seus respectivos partidos.

Continuar lendo