Oposição pede informações à embaixada dos EUA sobre viagem de Weintraub

Um grupo de cerca de 80 deputados integrantes de seis partidos de oposição encaminhou ao embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd  Chapman, um documento em que manifestam preocupação com a entrada do ex-ministro da Educação Abraham Weintraub nos EUA.

> Deputados querem saber se governo ajudou Weintraub a ir para os EUA

No documento, além de citarem posicionamentos e investigações contra Weintraub, os parlamentares destacam que ele entrou nos Estados Unidos de maneira ainda não esclarecida e que, segundo os deputados, pode ter sido uma forma de fugir de eventuais punições no inquérito das fake news.

Leia a íntegra do documento

"Ficamos preocupados que Abraham Weintraub tenha sido admitido nos Estados Unidos sob falsas
pretensões para se esquivar do inquérito sobre suas ações e que agora ele resida nos EUA fora do
status regular", dizem os deputados.

Diante disso, os signatários do documento pedem que a Embaixada Americana e o Departamento de Estado dos Estados Unidos clarifiquem as condições em que foi cedida a entrada de Weintraub aos EUA e em qual status ele permanece no país, tendo em vista que Weintraub não mais representa o governo brasileiro, nem qualquer órgão internacional".

> Depois de desembarcar nos Estados Unidos, Weintraub é exonerado do MEC

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!