Onyx descarta reinserir estados e municípios na reforma da Previdência

Apesar da pressão de alguns governadores, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, descartou a reinserção de estados e municípios na reforma da Previdência durante a votação no plenário da Câmara. Nesta semana, o governo tenta a aprovação da proposta de emenda à Constituição (PEC) que trata de mudanças nas regras de aposentadoria.

Numa reunião em Brasília, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), prometeu acompanhar de perto a votação, por considerá-la de extrema importância para a situação fiscal do Brasil. Ele acredita ainda na hipótese de os estados e municípios serem contemplados com a reforma.

Um acordo, no entanto, prevê a inclusão desses entes da federação apenas no Senado Federal, onde a proposta precisará de 49 votos no plenário. Segundo ele, o clima tenso da votação da proposta no Congresso se repetirá nos 5.570 municípios, além dos 26 estados e do Distrito Federal, uma vez que o tema é delicado.