Na nova Câmara, 21 deputados “herdarão” gabinetes de parentes

A Câmara dos Deputados sorteou, na última sexta-feira (21), os gabinetes que os novos deputados ocuparão a partir de fevereiro do ano que vem. O regimento interno da Casa prevê que parentes de atuais deputados, que não continuarão em 2019, possam "herdar" os gabinetes deles.

E 21 novatos estão nessa condição. Mais da metade (12) dos que entram são filhos, mas também há 6 irmãos, 2 esposas e até um pai de parlamentares que se despedem da Câmara.

Mais de 30 famílias têm mais de um representante no Congresso; veja quais são elas

Dentre os filhos que entram, a saída dos pais da Câmara tem motivos variados: três tentaram uma vaga no Senado (nenhum conseguiu), um concorreu e se elegeu deputado estadual, um será suplente de uma senadora eleita e um abandonou o mandato pela metade, em 2016, para se tornar prefeito. E seis abriram mão de disputar a reeleição, alguns tendo anunciado saída definitiva da política e outros não.

Os filhos herdeiros têm perfis e idades discrepantes: vão desde Luisa Canziani (PTB-PR), 22 anos, que conquistou uma cadeira na Câmara mas viu o pai, Alex Canziani (PTB-PR), não se eleger ao Senado, até Lafayette Andrada (PRB-MG). Aos 52 anos, ele será deputado pela primeira vez, e ficará com o gabinete do pai, Bonifácio Andrada (PSDB-MG), que deixará a política aos 88 anos, os últimos 40 na Câmara. Após 10 mandatos e passagem por 5 partidos, Andrada (descendente de José Bonifácio, estadista que foi braço direito de D. Pedro I na Independência) anunciou aposentadoria.

> Joice e Kim ocuparão gabinetes que foram de petistas, deputada usará o que foi de Lula

Dois deputados de saída da Casa tiveram sucesso ao lançarem as esposas nas eleições de outubro: Carlos Manato (PSL-ES), que não se elegeu governador do Espírito Santo (mas foi contemplado na equipe da Casa Civil do governo Bolsonaro), passará o gabinete à Dra. Soraya Manato (PSL-ES), que estreia na política. Outra deputada eleita, Ângela Amin (PP-SC), ficará com a cadeira do marido, o veterano Espiridião Amin (PP-SC), que conquistou um posto no Senado. Confira todas as "passagens de gabinete" entre familiares:

FILHOS

- Camilo Capiberibe (PSB-AP)
filho de Janete Capiberibe (PSB-AP), que tentou vaga no Senado e não se elegeu

- Felipe Francischini (PSL-PR)
filho de Fernando Francischini (PSL-PR), que se elegeu deputado estadual pelo Paraná

- Lafayette de Andrada (PRB-MG)
filho de Bonifácio Andrada (PSDB-MG), que se aposentou da política

- Luisa Canziani (PTB-PR)
filha de Alex Canziani (PTB-PR), que tentou vaga no Senado e não se elegeu

- Marcelo Moraes (PTB-RS)
filho de Sérgio Moraes (PTB-RS), que anunciou sua saída da política

- Marreca Filho (Patriotas-MA)
filho de Júnior Marreca (Patriotas-MA), que renunciou em campanha ao ter a candidatura impugnada

- Mauro Benevides Filho (PDT-CE)
filho de Mauro Benevides (PDT-CE), que decidiu não concorrer

- Paulo Bengtson (PTB-PA)
filho de Josué Bengtson (PTB-PA), que decidiu não concorrer

- Pedro Augusto Bezerra (PTB-CE)
filho de Arnon Bezerra (PTB-CE), que se elegeu prefeito de Juazeiro do Norte (CE) em 2016

- Pedro Lucas Fernandes (PTB-MA)
filho de Pedro Fernandes (PTB-MA), que será suplente da senadora eleita Eliziane Gama (PPS-MA)

- Pinheirinho (PP-MG)
filho de Toninho Pinheiro (PP-MG), que anunciou sua saída da política

- Silvio Costa Filho (PRB-PE)
filho de Silvio Costa (Avante-PE), que tentou uma vaga no Senado e não se elegeu

 

IRMÃOS

- André Ferreira (PSC-PE)
irmão de Anderson Ferreira (PR-PE), que se elegeu prefeito de Jabotão dos Guararapes (PE) em 2016

- Cristiano Vale (PR-PA)
irmão de Lúcio Vale (PR-PA), eleito vice-governador de Helder Barbalho (MDB-PA)

- David Soares (DEM-SP)
irmão de Marcos Soares (DEM-RJ), que tentou reeleição à Câmara mas não se elegeu

- Gutemberg Reis (MDB-RJ)
irmão de Washington Reis (MDB-RJ), que se elegeu prefeito de Duque de Caxias (RJ) em 2016

- João Maia (PR-RN)
irmão de Zenaide Maia (PHS-RN), eleita senadora

- Mara Rocha (PSDB-AC)
irmã de Major Rocha (PSDB-AC), eleito vice-governador de Gladson Cameli (PP-AC)

 

CÔNJUGES

- Dra. Soraya Manato (PSL-ES)
esposa de Carlos Manato (PSL-ES), que não se elegeu governador mas integrará governo Bolsonaro

- Ângela Amin (PP-SC)
esposa de Espiridião Amin (PP-SC), eleito senador

 

 

PAIS

- Wilson Santiago (PTB-PB)
pai de Wilson Filho (PTB-PB), que abriu mão de tentar reeleição para que o pai concorresse

 

A incrível bancada dos parentes na Câmara

A incrível bancada dos parentes no Senado

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!