Maia: aprovamos a renda mínima, agora o governo precisa pagar ao povo

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), publicou em suas redes sociais um vídeo, no qual cobra do governo de Jair Bolsonaro, o pagamento da renda básica aprovada na última segunda (30) no Senado e na semana passada (26) na Câmara. Ontem, o Congresso em Foco adiantou que membros da oposição, junto com Maia, estavam articulando uma resposta para forçar o governo a pagar antes do dia 16, data estipulada pela equipe econômica.

Durante a sessão remota realiza pela Câmara na noite desta terça-feira (31), o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse para o deputado Marcelo Freixo (Psol-RJ) que o pagamento do "coronavoucher", que foi aprovado no Senado na noite de ontem (30), será feito no dia 10 de abril. A equipe econômica do governo estava prevendo pagamento para o dia 16.

O "coronavoucher" é um auxílio de R$ 600 que será pago pelo governo a trabalhadores informais como forma de proteção econômica diante da pandemia de covid-19

Poucos minutos depois do vazamento do áudio, no Plenário, Rodrigo Maia disse esperar que o governo envie para a Câmara uma medida provisória que lhe garanta crédito para "pagar os R$ 600,00 que foram aprovados na Câmara e no Senado e que todos nós brasileiros aguardamos a sanção [presidencial]".

No início da tarde, Maia  falou sobre as ações para enfrentamento da pandemia do codiv-19. Maia afirmou que o Congresso dará prioridade para as medidas provisórias (MP) do governo, em especial, para a MP 905/19, da Carteira de Trabalho Verde e Amarela. "É importante que a gente possa ter uma programação de votação de medida provisória. As da crise e as que não são da crise, mas que ajudam. A medida provisória 905, ela ajuda também no enfrentamento da crise. Tem algumas divergências, mas é importante que ela já esteja pautada para a próxima semana, para que os parlamentares já saibam pelo menos um dos itens da pauta da próxima semana", afirmou.

> Recursos pra estados e proibição de exportação; veja o que a Câmara aprovou

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!