Líder da bancada da bala espera apoio do bolsonarismo raiz para presidir a Câmara

O deputado Capitão Augusto (PL-SP), líder da bancada da bala, vai disputar a presidência da Câmara e espera ter o apoio dos bolsonaristas para ganhar as eleições.  Apesar de não ser o nome do governo, que apoia a candidatura de Arthur Lira (PP-AL), Capitão Augusto acredita ter o voto de aliados ideológicos do governo.

"Tenho certeza que muitos deputados da ala bolsonarista sabem a diferença entre ser aliado e estar aliado", diz o deputado.

Uma de suas promessas aos colegas é fazer tramitar na Casa as medidas necessárias para facilitar e ampliar o acesso a armas de fogo no país, pleito que os bolsonaritas acreditavam ver mais evoluído após quase dois anos de presidência de Jair Bolsonaro.

Capitão Augusto acredita no voto secreto como aliado: "Muitos deputados ligados ao governo já me ligaram para dizer que posso contar com o voto deles", diz.

O candidato já havia colocado seu nome na disputa para a presidência em fevereiro, mas nesta quinta-feira (3) retomou a campanha ligando para os colegas e disparando mensagens de WhatsApp.

 

Continuar lendo