Kim faz requerimento ao governo para que explique acusação contra Mandetta

O deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) enviou ao à Secretaria-Geral da Presidência um requerimento (íntegra) para que o governo explique falas do presidente Jair Bolsonaro durante live no Facebook na última quinta-feira (3).

“Vocês lembram um primeiro ministro nosso lá, que virou marqueteiro da Globo”, disse o presidente no vídeo divulgado na rede social sem citar o nome do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta.

“O que o marqueteiro falava para vocês? ‘Fica em casa. Quando faltar ar você vai para o hospital’. Para quê? Para ser entubado. Para ser entubado precisa de respirador. ‘Então vamos comprar rapidinho respirador. Custa R$ 30 mil? Vamos pagar R$ 200 mil’. Bem, vocês estão sabendo o que está acontecendo aí, não é isso?”, afirmou Bolsonaro.

O requerimento pede que o governo detalhe as acusações de superfaturamento na compra de respiradores. O deputado pede que seja citado nominalmente quem é a pessoa que ele se refere como “marqueteiro” e quais medidas o governo tomou para impedir os atos ilícitos citados.

Também é questionado se o ministro da Justiça, André Mendonça, presente na live, orientou o presidente a não citar “de forma clara e inequívoca” os nomes envolvidos na acusação de atos criminosos.

>As últimas notícias sobre a pandemia de covid-19 no Brasil

> Bolsonaro levou brasileiros a desfiladeiro mortal, diz Mandetta

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!