Flávio se reúne com setor de cassinos e bancada evangélica minimiza

O coordenador da bancada evangélica na Câmara dos Deputados, Silas Câmara (Republicanos-AM), minimizou a participação do senador Flávio Bolsonaro (Sem partido-RJ), filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro, em viagem oficial para as cidades americanas de Las Vegas e Miami na última semana.

“Acho difícil [regulamentar jogos de azar] pois o presidente tem um discurso e tem se comportado na Presidência a favor da família e quem prega família e contra a corrupção não apoia jogos de azar”, disse ao Congresso em Foco.

> Membros da bancada ruralista e evangélica rejeitam PL sobre jogos de azar

A agenda oficial do Senado foi de iniciativa do presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Gilson Machado, e também teve a participação do senador Irajá Abreu (PSD-TO) e do deputado Hélio Lopes (PSL-RJ). Uma das reuniões da comitiva foi com Sheldon Andelson, proprietário de cassinos em Las Vegas.

 

 

Em reunião com deputados do Centrão -grupo informal que reúne DEM, Solidariedade, Republicanos, PL e PP -  em novembro, Jair Bolsonaro recebeu pedidos de apoio para projetos que regulamentam jogos de azar

Há dois projetos de lei sobre o tema em tramitação no Congresso Nacional, um de autoria do presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PI), que foi rejeitado pelo Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), mas aguarda deliberação do plenário do Senado, e outro de autoria da deputada Gorete Pereira (PL-CE), que precisa ser analisado pelo plenário da Câmara.

> Após PL das Teles, Flávio e senadores vão à China em busca de tecnologia
 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!