“Impeachment de ocasião não é a solução”, diz Pacheco

O presidente do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), avalia que Jair Bolsonaro "é o presidente da República e um impeachment de ocasião não é a solução". A declaração foi dada em entrevista ao jornal Valor Econômico publicada nesta terça-feira (13).

Levantamento revelado pelo Congresso em Foco na semana passada mostrou que os pedidos de afastamento contra Bolsonaro dispararam nas últimas semanas e já somam mais de cem. A forma como o governo federal atua na pandemia de covid-19 é o principal motivo das ações.

> Atuação de Bolsonaro na pandemia motiva 31 pedidos de impeachment em sete dias

"É natural reconhecermos ter havido no Brasil erro na condução da pandemia. O fato é que a segunda onda da pandemia veio com características diferentes e o Brasil não se preparou", afirmou Pacheco.

O senador também foi questionado sobre se, após a decisão do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), que o obrigou a instalar a CPI da Covid, pautaria pedidos de impeachment de membros da corte.

Novamente, o presidente disse não ser o momento de debater esse tipo de ação. "Os pedidos de impeachment tanto de ministros do Supremo quanto do presidente da República devem ser tratados com muita responsabilidade, não se pode banalizar o instituto. Não podem ser usados por revanchismo ou retaliação", disse.

Orçamento

Sobre os impasses do orçamento de 2021, Pacheco reiterou que a Comissão Mista de Orçamento (CMO) e o Congresso Nacional cumpriram seu papel e que eventual erro teria sido do Executivo.

"O que eu quero é ver o Orçamento aprovado dentro de uma estabilidade jurídica que não exponha o Executivo", disse.

>Senado tem nova batalha pela instalação da CPI da Covid

Continuar lendo