Governadores fazem reunião antes de 2º turno da Previdência

Representantes dos Executivos dos 26 estados e Distrito Federal vão se reunir em Brasília na terça-feira (6) para discutir as reformas da Previdência e tributária. A previsão é que a votação de 2º turno da Previdência comece no mesmo dia.

Os governadores devem ter um primeiro encontro para discutir os assuntos entre eles e depois irão procurar os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-RJ).

Depois da reunião,o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), vai se reunir com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e com o presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Gustavo Montezano.

Pelo menos três governadores estão em viagem a China e vão mandar representantes para a capital federal. São eles Wellington Dias (PT-PI), João Doria (PSDB-SP) e João Azevedo (PSB-PB).

O governador do Piauí está descrente que os estado sejam incluídos na reforma previdenciária e já trabalha com a possibilidade de alterar o sistema de aposentadoria dos servidores do seu estado.

> Governador do PT prepara reforma da Previdência no Piauí

No dia 12 de julho, a Câmara dos Deputados aprovou a reforma da Previdência em 1º turno, mas sem incluir estados e municípios. No entanto, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), disse que no Senado será criada uma PEC (Projeto de Emenda à Constituição) paralela para incluir os estados na reforma.

Já o mandatário de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), está mais otimista e acredita que os estados vão ser incluídos na reforma. No entanto, ele também não vê problema em fazer sua própria reforma em Minas Gerais.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!