Fusão com DEM é fake news, diz senadora do PSL sobre áudio de Francischini

Diante da conversa vazada do deputado Felipe Francischini (PSL-PR), em que ele afirma ter estado em uma reunião para discutir uma possível fusão do PSL com o DEM, a senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) afirmou que este momento relatado pelo deputado não aconteceu. Segundo ela o presidente do partido, Luciano Bivar (PE), disse na convenção da legenda que, apesar de já ter sido procurado para tratar do assunto, nunca deu prosseguimento na conversa.

> DEM pode se fundir com PSL e comandar a sigla, diz Francischini em áudio

Segundo áudio vazado, sob o pretexto de comemorar o aniversário do deputado Alexandre Frota (PSDB-SP), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), reuniu Felipe Francischini, Mendonça Filho (DEM-PE) e o vice-presidente do PSL Antônio Rueda (PE). Segundo Francischini, o assunto da pauta foi a fusão que pode fazer do partido o maior do país. Além dos presentes, teria havido uma ligação para o presidente nacional do DEM, ACM Neto (BA).

"Não tem nada conversado com o DEM", afirma a senadora que emenda afirmando que "foi uma fake news". Questionada sobre a reunião narrada por Francischini no áudio vazado, a senadora afirma que "não tem nada haver isso, não".

Soraya afirma que na convenção do PSL nesta sexta-feira (18), o presidente do partido teria afirmado que não conversou com ninguém sobre o assunto. "O Bivar disse: 'Não estou negociando com ninguém. Não quero nem receber ninguém'".

A senadora, porém, não nega que Luciano Bivar já tenha sido procurado para fundir as legendas, mas segundo Soraya, ele negou até mesmo conversar sobre o assunto. "Ele já foi procurado e ele disse 'não é hora', ele falou assim 'eu não quero conversar com vocês'. Ele já foi procurado, ligaram e falaram 'vamos almoçar?', 'não quero almoçar com ninguém'", disse Bivar, segundo Soraya.

A senadora afirma ainda, que o presidente do partido está com essa postura por questão de lealdade a Bolsonaro. "Não é hora de conversar com ninguém, até o presidente tomar uma decisão se ele vai sair ou se ele vai ficar", teria dito Bivar.

> PSL decide suspender cinco deputados, dizem líderes

Catarse

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!