Estimular aglomeração de pessoas nas ruas é inconsequente, diz Alcolumbre

Depois de posicionamento do presidente da Câmara, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), também criticou a postura do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) diante das manifestações deste domingo (15).

Alcolumbre disse ser inconsequente estimular a aglomeração de pessoas nas ruas em um momento em que a pandemia do coronavírus fecha as fronteiras dos países e assusta o mundo.

Bolsonaro atenta contra saúde pública e foge de responsabilidade, critica Maia

“A gravidade da pandemia exige de todos os brasileiros, e inclusive do presidente da República, responsabilidade! Todos nós devemos seguir à risca as orientações do Ministério da Saúde”, disse Alcolumbre por meio de nota.

O presidente do Congresso Nacional também criticou uma das pautas principais dos atos deste domingo, a de ataque às instituições, em especial o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo ele, convidar para ato contra os Poderes é confrontar a democracia.

“É tempo de trabalharmos iniciativas políticas que, de fato, promovam o reaquecimento da economia, criem ambiente competitivo para o setor privado e, sobretudo, gerem bem-estar, emprego e renda para os brasileiros”, concluiu.

Atos pró-Bolsonaro são marcados por ataques ao Congresso e ao STF

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!