Em retaliação a Maia, Lira quer tirar Aguinaldo da liderança da maioria

O líder do PP na Câmara, Arthur Lira (AL), se move para tirar o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) da liderança da maioria da Casa Legislativa. Apesar de os dois serem correligionários, Aguinaldo é um deputado próximo do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

De acordo com uma fonte do PP, o objetivo de Lira é emplacar um deputado do PL no cargo. Lira conversa sobre isso com o líder do PL, Wellington Roberto (PB), mas um nome para a função ainda não está definido.

As principais informações deste texto foram enviadas antes para os assinantes dos serviços premium do Congresso em Foco. Cadastre-se e faça um test drive.

> PSL atrai ala do Centrão e bloco deve apresentar candidato à presidência da Câmara

O movimento acontece após DEM, MDB, PTB e Pros anunciarem que vão sair de um bloco partidário comandado por Lira. Antes com 221 deputados, o bloco vai ficar com 136 (PP, PL, PSD, Solidariedade, PSD e Avante). O grupo foi formado no início do ano para negociar espaços na Comissão Mista de Orçamento.

Lira e Maia têm travado um embate. O deputado do PP de Alagoas quer ser presidente da Câmara e, para isso, tem feito uma ponte entre governo e Congresso para nomeação de cargos. Já Maia articula para que seu sucessor seja seu aliado e independente do governo. Aguinaldo Ribeiro é um dos nomes cotados pelo presidente da Câmara para sucedê-lo no cargo.

> Saída do Centrão fortalece aliança entre Maia e MDB para eleição da Câmara

>“Nada a ver com eleição”, diz Maia sobre saída do DEM e do MDB do Centrão

 

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!