DEM condiciona punição a Chico Rodrigues à comprovação de crime

A direção nacional do DEM afirmou nesta quinta-feira (15) que aguarda os desdobramentos das investigações que resultaram na busca e apreensão na casa do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), um dos vice-líderes do governo no Senado.

A legenda informou, por meio de nota, que está atenta a "todos os detalhes da investigação e, havendo a comprovação da prática de atos ilícitos pelo parlamentar, a Executiva Nacional aplicará as sanções disciplinares previstas no Estatuto do partido".

O vice-líder do governo foi flagrado com dinheiro na cueca durante a Operação Desvid-19, que apura desvios de recursos da saúde em Roraima.

A residência do senador em Boa Vista (RR) foi um dos alvos da operação da Polícia Federal. Ao cumprir os mandados de busca e apreensão, os investigadores encontraram R$ 30 mil em dinheiro vivo na casa do senador. Parte do montante estava escondida entre as nádegas do congressista.

Leia a íntegra da nota do DEM:

"A Direção Nacional do Democratas determinou que o seu Departamento Jurídico acompanhe de perto todo os desdobramentos do inquérito que resultou, na última quarta-feira (14), em busca e apreensão no endereço do Senador Chico Rodrigues (RR).

Estamos atentos a todos os detalhes da investigação e, havendo a comprovação da prática de atos ilícitos pelo parlamentar, a Executiva Nacional aplicará as sanções disciplinares previstas no Estatuto do partido.

Executiva Nacional do Democratas"

PF encontra dinheiro na cueca de vice-líder do governo no Senado

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!