Delegado Waldir assume liderança interina do PSL na Câmara

O deputado federal Delegado Waldir (PSL-GO) assumiu nesta quinta-feira (12), de forma provisória, a liderança do partido do presidente eleito Jair Bolsonaro na Câmara. O parlamentar, que já estava à frente da articulação política de Bolsonaro, ficará na posição até fevereiro do ano que vem, quando os deputados do PSL farão uma eleição para decidir o líder – a sigla elegeu 52 deputados em outubro, número inferior apenas ao do PT, com 56.

O parlamentar entra no lugar de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente eleito.

"Eu tenho tido um pouco de dificuldade de estar presente no plenário. As portas que se abrem para mim, as pessoas que eu conheço, elas não me procuram por ser líder do partido, mas por eu ter sido o deputado mais eleito [mais votado] do Brasil e filho do Jair Bolsonaro", disse Eduardo. O congressista negou que tenha havido disputa por este comando provisório.

O PSL tem poucos deputados com experiência na Câmara. Dos 52 que assumem uma cadeira em fevereiro, 47 (mais de 90%) vão estrear na Casa. O grupo inclui nomes como a jornalista Joice Hasselmann (PSL-SP) e o líder do Movimento Brasil Livre (MBL), Kim Kataguiri (PSL-SP), que têm feito articulações paralelas para assumir postos de comando na legenda ou no próprio Congresso.

 

Câmara tem 243 deputados novos e 251 reeleitos; renovação foi de 47,3%

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!