“Deixa de ser mentiroso!”, diz Omar Aziz sobre repasse de verba ao Amazonas

Senadores e o próprio presidente da CPI da Covid, o senador Omar Aziz (PSD-AM), entraram em uma discussão durante a reunião da comissão desta quarta-feira (19), que ouve o ex-ministro da Saúde Eduardo PazuelloO motivo do bate-boca foi o repasse de verbas para o enfrentamento da pandemia no estado do Amazonas, estado de Aziz, e a possível omissão do Ministério diante de um alerta sobre falta de oxigênio em hospitais de Manaus.

Ao ser questionado sobre as ações para conter a crise de oxigênio em Manaus, Pazuello disse que desde quando foi informado - dia 10 de janeiro deste ano, "as medidas possível foram executadas". "Se nós tivéssemos sabido antes, podíamos ter agido antes", disse. O ex-ministro afirmou que o pico de mortes no estado foi entre os dias 15 e 20 de janeiro, mas foi confrontado pelo senador do estado do Amazonas, Eduardo Braga (MDB-AM). Manaus sofreu com a falta de oxigênio por vinte dias e precisou da ajuda do governo da Venezuela.

O senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) salientou que o governador do Amazonas recebeu mais de 2 milhões em emendas para tratar da saúde no estado. "Tinha dinheiro lá", disse o senador. A declaração de Heinze causou desconforto em Aziz, que retrucou: "Mais que conversa é essa, rapaz? Você está mentindo. Deixa de ser mentiroso!", disse Omar Aziz. A sessão precisou ser interrompida. Depois, Aziz se retratou pela discussão.

Veja o momento da discussão:

>Ao vivo: Senadores pressionam Pazuello sobre crise de oxigênio em Manaus

>Governistas tumultuam CPI durante questionamento sobre compras de vacinas

Thaís Rodrigues é repórter do Programa de Diversidade nas Redações realizado pela Énois - Laboratório de Jornalismo, com o apoio do Google News Initiative.

Continuar lendo