Davi escreve carta de desculpa ao presidente da China após fala de Eduardo Bolsonaro

O presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP), escreveu nesta quinta-feira (19) uma carta  (íntegra) ao presidente da China, Xi Jinping, pedindo desculpas pela declaração do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) de ataque ao país.

“Apresento ao povo chinês nosso respeito, solidariedade e nossas desculpas, reafirmando que nenhum obstáculo poderá separar nossos povos no combate a uma doença tão intensa”.

> Por relação comercial, bancada ruralista defende China e repudia Eduardo

O terceiro filho do presidente Jair Bolsonaro culpou a China pela disseminação do coronavírus. Davi contraiu a doença e está afastado do comando do Senado.

O ofício escrito pelo senador do DEM foi entregue pelo presidente interino da Casa Legislativa, Antonio Anastasia (PSD-MG), ao embaixador da China no Brasil, Yang Wanming.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), foi a primeira autoridade brasileira a se manifestar e tentar apagar o conflito diplomático iniciado pela declaração do deputado do PSL nas redes sociais.

> Maia tenta apagar incêndio com a China causado por Eduardo Bolsonaro

> Brasil fecha fronteira terrestre com Argentina e mais sete países

 

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!