“Presidente teria participado das negociações”, diz Renan sobre Covaxin

O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), disse nesta quarta-feira (30), que o envolvimento do presidente não é por prevaricação, mas porque "teria participado desde o primeiro momento das negociações" de compra da Covaxin.

O senador também criticou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, dizendo que ele não passa de "Pazuello de jaleco". Quando Queiroga suspende o contrato da Covaxin isso é uma confissão, uma demonstração pública de culpa. Infelizmente, o Queiroga tem sido uma espécie de Pazuello de jaleco", afirmou.

Confira a fala de Renan:

Renan lamentou que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) não queira prorrogar a CPI agora. "Ele quer paralisar os trabalhos da CPI. Ele não pode, ele não tem poder para fazer isso, sobretudo com um argumento de um recesso que não é recesso e não haverá conosco acordo para paralisar a CPI", afirmou.

Nesta quarta-feira (30), o colegiado ouve o empresário Carlos Wizard, apontado como membro do gabinete paralelo do orientação do presidente da República durante a pandemia.

> Wizard presta depoimento à CPI em meio a turbilhão de denúncias 

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo