Convocação de Ricardo Barros para depor à CPI deve ser votada nesta terça

A CPI da Covid recebeu nesta segunda-feira (28) três requerimentos de convocação do líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR) para que ele deponha ao colegiado. Os pedidos deve ser analisados nesta terça e (29) e chegam após o depoimento do deputado Luís Miranda (DEM-DF), no qual ele disse que o presidente Jair Bolsonaro citou o nome de Barros ao ser alertado sobre um esquema para compra irregular de vacinas pelo Ministério da Saúde.

Dos três requerimentos, um é voltado exclusivamente a Barros, e tem autoria do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) que traz como argumento para a convocação a necessidade de esclarecer pontos apresentados por Miranda. "Para que seja possível detalhar os exatos termos de sua participação em referido cenário, faz-se necessária a convocação do Sr. Ricardo Barros", escreve o parlamentar.

A participação de Barros no esquema da compra das vacinas indianas já era ventilada pelos senadores da CPI que chegaram a insistir com Miranda sobre a confirmação, ou não, do nome do líder do governo. O deputado demonstrou resistência em citar Ricardo Barros, trazendo o nome dele somente após quase sete horas interrogatório. Barros nega participação.

Nesta segunda, Luis Miranda concedeu entrevista ao Congresso em Foco , quando voltou a falar dos alertas ao presidente sobre irregularidades no contrato da Covaxin.

Também esta semana os senadores apresentaram notícia-crime por prevaricação contra Bolsonaro no Supremo Tribunal Federal (STF).


> Centrão impõe derrota a Bolsonaro no voto impresso
> Senadores querem prorrogação da CPI da Covid

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo