Omar pedirá explicações ao presidente sobre acusações dos irmãos Miranda

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), disse na reunião desta quinta-feira (8), que o colegiado vai enviar uma carta ao Palácio do Planalto pedindo para que o presidente da República se pronuncie sobre as acusações dos irmãos Miranda na Comissão. O senador destacou que Jair Bolsonaro ainda não se pronunciou sobre as acusações de prevaricação.

Omar Aziz interrompeu o depoimento da ex-coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde, Franciele Fatinato, para responder às acusações que Bolsonaro fez ao presidente da CPI no cercadinho do Alvorada junto aos seus apoiadores. O presidente da República afirmou que Omar Aziz participou de esquema de corrupção que envolvia R$ 60 milhões no Amazonas. “Não é o senhor quem vai parar esta CPI”, disse Omar Aziz.

A carta será protocolada às 16 horas, no protocolo do Palácio do Planalto.

> CPI tem climão após prisão e dança das cadeiras entre senadores

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo