Humberto Costa quer ouvir Onyx Lorenzoni na CPI da Covid

O senador Humberto Costa (PT-PE), um dos integrantes titulares da CPI da Covid, protocolou requerimento pedindo a convocação do ministro da Secretaria Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni à CPI, para ser ouvido como testemunha.

Na quarta-feira (23), Onyx deu declarações ameaçando o deputado Luis Miranda (DEM-DF). A reação de Onyx deu-se depois que Miranda veio a público afirmar que seu irmão, Luis Ricardo Fernandes Miranda, servidor do Ministério da Saúde, teria sofrido pressão para fechar contrato para a aquisição da vacina indiana Covaxin, apesar do preço exorbitante sugerido.

A vacina Covaxin é a mais cara contratada pelo governo brasileiro, com valor de US$ 15 a unidade, e tal valor seria assim mais alto por ser a única adquirida com a ação de um intermediário, a empresa Precisa. Miranda afirma ter avisado o presidente Bolsonaro das irregularidades e que o presidente disse a ele que repassaria às informações à Polícia Federal. Apesar dos alertas, porém, o contrato foi fechado.

Na quarta-feira (23), Onyx afirmou que quem serão investigados serão Luis Miranda e seu irmão. “Deus tá vendo. Mas o senhor não vai se entender só com Deus não, vai se entender com a gente também”.

Humberto Costa quer que Onyx explique tais declarações. Tanto sobre o que sabe sobre a compra da Covaxin tanto sobre o que acha que precisa ser investigado a respeito dos irmãos Miranda.

“As declarações do Ministro Onyx Lorenzoni possuem evidente caráter intimidatório. Caso as graves denúncias do Servidor se confirmem, as declarações do Ministro podem ser enquadradas como tentativas de obstrução à Justiça”, disse Costa.

A CPI da Covid ouvirá Luis Miranda nesta sexta-feira (24). O deputado promete mostrar provas de que a negociação foi irregular e que tentou avisar os membros do alto escalão do governo.

> Luis Miranda questiona Bolsonaro: Sempre te defendi e essa é a recompensa?

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo