CPI da Covid vai reconvocar Élcio Franco para depor

O ex-secretário executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, vai ser chamado novamente para depor na CPI da Covid. Durante os depoimentos desta semana, as intervenções de Élcio no programa de vacinação da pasta foram mencionadas pelos depoentes.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da Comissão, confirmou que o requerimento de reconvocação de Élcio deve ser analisado durante a próxima semana. Atualmente, o ex-secretário ocupa um cargo de assessor especial da Casa Civil.

A convocação de Élcio pode acontecer após o recesso parlamentar, caso o Orçamento seja aprovado durante esta semana no Congresso. Se a Casa Legislativa não tiver as férias formalmente decretadas, Élcio deve comparecer antes do final de julho à CPI.

Franciele Fontinato, ex-coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), que prestou depoimento na quinta-feira (8), disse aos parlamentares que Élcio chegou a pedir que ela tirasse a imunização da população privada de liberdade dos grupos prioritários do PNI.

De acordo com Fantinato, Élcio também determinava a quantidade de vacinas adquiridas pelo Ministério de Saúde através do departamento da pasta que comandava. Uma das ordens do então secretário é que a Coronavac - vacina produzida pelo Instituto Butatan em parceria com o laboratório chinês Sinovac -, não constasse no primeiro PNI do Ministério.

Também teria sido decisão de Elcio Franco que o Brasil aderisse ao consórcio internacional Covax Facility de aquisição de vacinas com um percentual de somente 10% da população, quando poderia ter aderido com até 60%.

O senador Randolfe ressaltou que Élcio já era "reincidente” na CPI. Omar Aziz (PSD-AM), também se manifestou sobre as menções ao ex-secretário. “Se tem alguém que eu não tenho dúvida de que deve constar como um dos indiciados desta Comissão Parlamentar de Inquérito, é esse senhor”, disse.

De acordo com informações colhidas pelo Congresso em Foco com integrantes da CPI, é possível mesmo que Elcio Franco venha a ser o primeiro indiciado pela forma reincidente como o nome do coronel em aparecendo em depoimentos.

Também poderá ser avaliada esta semana na CPI uma acareação entre Elcio Franco e o ex-secretário de Logística do Ministério da Saúde Roberto Dias.

> Franciele Fontinato diz ter deixado o Ministério da Saúde por “politização”

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo