CCJ da Câmara vai convocar Onyx para explicar decreto das armas

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos deputados aprovou, nesta terça-feira (28), um requerimento de convocação do ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, para falar sobre o decreto do governo que flexibilizou regras do porte de armas, assinado pelo presidente Jair Boslonaro no dia 7 de maio. A data da audiência ainda será marcada.

O requerimento, que implica na obrigação de comparecer, foi feito pelo deputado Aliel Machado (PSB-PR). Onyx é o segundo ministro do governo Bolsonaro a ser submetido a uma convocação na Câmara; o primeiro foi Araham Weintraub, que comanda a pasta da Educação.

No caso de Weintraub, no entanto, a convocação foi feita pelo próprio plenário da Câmara, e o ministro falou a todos os deputados. Já à convocação de Onyx é restrita à CCJ, presidida pelo deputado Felipe Francischini (PSL-PR).

Em nota, a assessoria da Casa Civil informou apenas que o "ministro se sente honrado em ser convocado pelo parlamento para tratar de um tema que sempre defendeu".

>> Projetos no Senado pedem anulação do decreto das armas, mas relator será favorável ao texto

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!